sábado, 12 de dezembro de 2009

A cultura merece mais apoio

Mais um ano letivo terminou e nós acadêmicos de Jornalismo no Ibes Sociesc, sinceramente esperamos que o próximo ano seja melhor do ponto de vista cultural, na instituição. Hoje publico aqui o desabafo de minha colega Déia Fernandes, que é formada em Artes Cênicas e acadêmica de Comunicação Social:

Por Déia Fernandes

"A cada dia o governo lança uma lei diferente que incentiva a arte cênica no país. O que infelizmente prestigia poucos, pois nesses editais, das documentações e regulamentações solicitadas a maioria é escassa no currículo do artista ou companhia. Os grupos teatrais amadores ou de pequeno porte , devido a situação, apelam para leis municipais e até ao comércio e industrias regionais, afim de conquistar uma pequena verba e lutar por um espaço.
Em busca desse espaço em Blumenau e até mesmo ampliar o nível cultural do Instituto Blumenauense de Ensino Superior (IBES), em junho deste ano, após quatro meses de negociações com a faculdade, formou-se a companhia teatral TEIA. Que representaria a instituição na cidade e região, em festivais ou até mesmo mostras teatrais.(representaria!)
Cinco espetáculos foram escolhidos, dentre eles, “Sobre Amores e Cigarros” representado pela diretora do grupo desde 2007 e premiado 14 vezes. E uma peça estreante de nível acadêmico “Bocas que murmuram” que busca discutir a imprensa brasileira. Devido à “falta de verbas da faculdade” o orçamento da mostra que seria realizada no final deste mês de novembro, caiu de R$5.000,00 para R$ 800,00. E que através do apoio da Fundação Cultural de Blumenau, procurada pelo coordenador de Jornalismo Alexandre Gonçalves , caiu para R$ 650,00.
Tanto racionamento de verbas não entristeceu a Cia Teia, pois contavam com a “promessa” de colaboração da coordenação de Publicidade e Propaganda através de todo o material publicitário do evento e a também, representante da ouvidoria do IBES que trabalha na Câmara Municipal que se prontificou a conseguir o espaço para o evento gratuitamente e o material de cena para uma das peças.


CANCELAMENTO DA MOSTRA TEATRAL IBES – HUMILHAÇÃO

O fato é que a menos de uma semana do evento, a Coordenação de PP procurada para uma posição, informou não haver condições de ajudar no evento. E diretoria do IBES silenciou-se em resposta aos valores que deveriam ser pagos a realização do evento.
E como praticamente todos os projetos elaborados pelos acadêmicos dessa instituição, a Mostra Teatral Ibes morreu na praia.
Para tentar suprir o total descaso e humilhação, o Grupo nessa sexta-feira (27/11) apresentará no intervalo das aulas, uma pequena esquete “Queremos Homens” – Comédia de Déia Fernandes.
Lembrando, que foi solicitado como material para tal apresentação, 05 microfones, 02 caixas de som e cadeiras para alunos ficarem confortáveis. E a instituição disponibilizou em resposta: 01 microfone e uma caixa de som.
Até que ponto chegará o descaso do IBES junto dos alunos?

Mas lembrem-se, o "Instituto Blumenauense de Ensino Superior é o único no Estado que possui o certificado ISO 9001!" UAUUU"

* Apesar da falta de incentivo a apresentação da esquete "Queremos Homens", foi um sucesso de público no Ibes Sociesc, em novembro. As manifestações dos integrantes da Cia TEIA foram tímidas (aconselhados pelos coordenadores a não polemizar, com a promessa de melhorias para 2010), mas Déia Fernandes deixou o recado e todos, como intelectuais que somos, entendemos e esperamos que para o próximo ano o IBES valorize a cultura, assim como valoriza a mensalidade.

4 comentários:

Adalberto aay disse...

Cicero
Agradeço mais uma vez o seu comentário. Na mesa de bar, o vinho é verdadeiro, e gostoso. Reprisou hoje as 11 horas, e novamente dia 16 as 14 horas. No próximo domingo apresento a segunda parte.
Deixe comigo seu e mail para que possa deixar cadastrado por aqui. Mande através do meu e mail familiaday@terra.com.br
Abraços e parabéns pelo seu trabalho
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história.

Nanee disse...

Olá, Cícero! Vim retribuir e agradecer a visita e aproveito pra dizer que minhas colegas e eu terminamos o ano letivo com a mesma sensação que vocês - Na minha faculdade temos a impressão que os outros cursos são privilegiados enquanto o Design de Moda vai se alimentando de restos... Mais sorte pra todos nós ano que vem. =]

Adalberto Day disse...

Cicero
Obrigado por ter deixado mais um belo e oportuno comentário em meu Blog, sobre a Confeitaria Tonjes.
E parabenizo pelo seu belo trabalho.
Por gentileza deixe anotado seu e mail para que possa sempre lhe agradecer, pois da forma como vai em comentários, não fica registrado o email.
Abraços Adalberto Day cientista social e pesquisador da história em Blumenau

Fábio Ricardo disse...

Acredito que a apresentação teatral deveria ter ganhado ares de protesto, já em Novembro. O Ibes está ainda engatinhando... se já começar mal em termos culturais, vai seguir um caminho negro nesta área. Pressão imediata e ostensiva!