segunda-feira, 22 de março de 2010

Resenha: A ilha debaixo do mar

Zarité, a escrava, foi vendida aos nove anos de idade para Toulouse Valmorain, um fazendeiro francês, com quem teve uma filha. Ela nunca sofreu o que os escravos das plantações de cana-de-açúcar sofriam, mas também não era livre.


Na Saint-Domingue do século XVII as revoltas abolicionistas comandadas por líderes negros destruíram plantações e mataram milhares de brancos.

Na França uma sucessão de acontecimentos que mudariam a história ocidental: a queda da monarquia, a revolução industrial e a desordem da república que acabava de ser instituída.

Franceses, ingleses e espanhóis provocavam derramamentos de sangue nas colônias do Caribe por conseqüência da luta que travavam entre si para expandir seus territórios. Os negros se apegavam às crenças trazidas da África, como o vudú que depois tornou-se o maior símbolo cultural do Haití.

A história transcorre durante os 40 anos de vida da escrava Zarité e ela é um caso que ilustra os sentimentos daqueles que eram trazidos nos navios negreiros e que haviam sido vendidos por seus próprios compatriotas.
A riqueza narrativa de Isabel Allende está impressa nessa obra que em nada se parece com A casa dos espíritos sua obra mais conhecida - a não ser pelo misticismo, que está presente quando ela relata os diálogos de Zarité com a deusa Erzuli, uma divindade pagã de origem africana.

Quem espera um romance açucarado irá se decepcionar, pois a trama não gira em torno de um grande amor. Aliás, romance açucarado não é com Allende.

La isla bajo el mar é um relato mais crú das misérias humanas. Não há espaço para romantismos. Fala da busca pela liberdade, tanto dos escravos africanos, como dos mestiços nascidos das relações entre as escravas e seus senhores. Mas também trata da falta de liberdade desses senhores que viviam ameaçados pelos incêndios provocados pelos negros e pelas relações políticas da época.



-> update 29/08/2010: La Isla Bajo el Mar foi lançado no Brasil em agosto de 2010 pela Bertrand Brasil com o título: A Ilha Sob o Mar. 

Um comentário:

Anônimo disse...

bom comeco