quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Molhei o travesseiro

Ontem me emocionei muito lendo um conto, coisa que não me acontecia há muito tempo. Claro que se eu não sentir nada nos primeiros capítulos de um livro eu o abandono, mas há tempos eu não mergulhava tão profundamente numa história.

Não falo de um romance longo não. Repito: um conto. Um relato em primeira pessoa de uma mãe que perdeu seu filho e se sente culpada por, enquanto ele vivia, não ter conseguido resgatá-lo de uma depressão.

Brilhantemente escrito pela escritora gaúcha Lya Luft, A Pedra da Bruxa mostra uma mulher se despindo das amarras sentimentais numa confissão desesperada de sua dor – imagino que perder um filho seja uma das piores dores para qualquer ser humano. Fala das fugas que as pessoas encontram para conviver com a dor da perda de seus entes queridos. A mãe em questão acredita que seu filho voou de cima de uma pedra e que um dia ele voltará para visitá-la.

A Pedra da Bruxa faz parte da obra O Silêncio dos Amantes, publicada em 2007.

Luft é uma das mais premiadas escritoras brasileiras da atualidade. Tornou-se conhecida do grande público ao assinar uma coluna na revista Veja.

Se você ainda não leu Lya Luft, não sabe o que está perdendo.

2 comentários:

actionnerds disse...

Espero que tenha gostado do Action Nerds. Estamos sempre atualizando o blog, assim como nesta temporada 2011. Aguarde que amanhã (sexta) e sábado terão mais dicas de filmes!

Cícero Nogueira Neto disse...

Sim, sim. Já favoritei.